Oficina e-motion

Público Alvo

Atores e atrizes a partir de 13 anos de idade. Não precisa experiência anterior em teatro ou TV.

Número máximo de participantes

25 pessoas.

Duração

Opção A): 04 dias consecutivos, com carga horária de 4/5 horas por dia. Total carga horária 16-20 hrs; Opção B): Pocket, 01 dia, com carga horária de 7/8 horas.

Equipamento / apoio para as aulas

Espaço amplo para permitir exercícios corporais de no mínimo 100 m2; Cadeiras para todos os participantes; Equipamento para musica: Aparelho ou caixa de som de boa potencia com conexão via cabo e/o bluetooth; Refletores de luz; Agua, café biscoitos e frutas durante as aulas; Uma pessoa, local, encarregada de assistência técnica ao professor.

Investimento para o produtor do evento

Passagem aérea para 01 pessoa; Hospedagem para 4/5 dias para 01 pessoa - para 1/2 dias para a opção pocket; Translado por 4/5 dias para 01 pessoa - 1/2 dias para a opção pocket; Alimentação 04 dias para pessoa - 01 dia para a opção pocket.

“A Oficina tem o objetivo de fornecer ferramentas praticas para o entendimento, o desenvolvimento, e a construção de um personagem, a partir do órgão mais vital que possuímos: o corpo. O corpo já sabe, fala, é intuitivo, é criativo”.

>>>VIDEO

Durante os dias da Oficina, o ator vai experimentar diferentes técnicas corporais e sensoriais para abordar um texto ou um personagem, trazendo verdade para sua fala e organicidade para seu corpo. Técnicas validas tanto para uma situação de teste – onde a unicidade do ator precisa ser revelada ao produtor de elenco e/ou diretor, conseguindo dessa forma se diferenciar no mercado -, tanto para a construção do universo inteiro da personagem na hora da preparação para o set de filmagem.

 

No formato pocket, de 01 dia, o foco vai ser a preparação para um teste de elenco através da utilização de algumas dessas técnicas, além da analise de um texto, de uma simulação de teste, e de um feedback sobre o trabalho feito no dia. 

 

Metodologia:

 

> Técnicas corporais ,exercícios sensoriais, estudo de textos fornecidos e simulações de testes. 

Uma dessas técnicas é o Círculo do Personagem, que permite desabrochar, de forma física e instintiva, elementos do inconsciente da personagem vivenciados no corpo do ator, tornando-se elementos conscientes e concretos; revelam-se de forma lúdica e fluida,  e incorporan-se na construção individual do seu personagem. 

 

> Outros conjuntos de exercícios sensoriais têm a finalidade de trazer a sua verdade em qualquer texto através de vivencias corporaIs. Isto, em conjuntos com outras técnicas, irá definir a temperatura do personagem escolhido, uma especie de vibração de fundo que serve como base estrutural para que o ator se sinta sempre seguro em cena, conectado com a essência do personagem e versátil aos pedidos de um diretor. Esse processo pode-se definir como o Kor do Personagem, o centro de onde tudo sai: movimento, ação dramática, fala, o como ele anda, o como ele pensa, o como ele discute ou ama…

 

>Abordaremos também um trabalho extremamente potente que deve sua origem a Stanislavsky: o Animal Work. Grandes atores como Robert De Niro, Marlon Brando, Juliette Binoche, entre tantos outros, utilizaram essa técnica para densificar sua própria atuação. Nada é mais potente, vivo e misterioso que o olhar de uma pantera, ou a sinuosidade de um cobra, ou a elegância de um gato. Descobrir o animal do seu personagem e vivenciar ele corporalmente, permite que seu personagem e sua atuação seja audaz, orgânica, intensa, misteriosa, potente e extremamente contemporânea. 

 

Breve Curriculum de Raffaele Casuccio Raffaele Casuccio se destaca pela versatilidade da própria arte, atuando há mais de 20 anos em Cinema, TV e Teatro como diretor de movimento, preparador corporal, coreografo e ator. Recentemente foi diretor artístico do cabaret da Regina Duarte na novela “Tempo de amar” da emissora Rede Globo. Em 2019-20 integra o elenco de Tempos do Imperador, novela da mesma emissora, interpretando o controverso jornalista republicano Nino Sorrento. 

Sempre na Rede Globo foi preparador corporal e diretor de movimento do elenco da série “Desalma”, 2019; Se Eu Fechar Os Olhos Agora”, 2017-2018; coreografo e diretor de movimento nas novelas “Rock Story” 2016-2017 e “Pega Pega”, 2017-2018. Sempre como diretor de movimento nas peças: “Closer”, Itália, 2002; “Natale In Casa Cupiello”, Itália, 2003 e no teatro brasileiro nos espetáculos “Febril”de Pedro Emanuel e “Bolo de Carne” de Iuri Krucshewsky, Rio de Janeiro 2014 e 2015. Coreógrafo internacional, foi solista pelos mais importantes programas da televisão Italiana como o “Festival de Sanremo” e “Ciao Darwin” e protagonizou os vídeo clip: “Push the botton” (Sugababes, Londres) e “Look on the floor” (Bananarama, London). Dançou em turnê com artistas como: Pavarotti, Ricky Martin, Kylie Minogue, Gery Halliwell, Michael Bolton, Jamelia, Holly Valance, Renato Zero , Elisa e Claudio Baglioni, entre outros. Ator, graduado na Itália, atuou no cinema, no longa-metragem: Pelé the Birth of a legend (personagem Skoguld, dir. brothers Zimalist, 2013); SOS – Mulheres ao Mar (dir. Chris D’Amato, 2014); O Herdeiro (dir. Roberto Santucci, Rj2015); É Fada (dir. Cris D’Amado e Daniel Filho, 2016). Nas séries: O Negocio 3 e 4 (HBO, personagem Giancarlo Tardelli, 2015); Destino Rio de Janeiro (HBO brasil, personagem Salvatore, Rj 2013). Em novelas na TV Globo: Alto Astral(personagem Enzo, 2015), Flor do Caribe(personagem Marcello, 2013 ), Sangue Bom (2013), O Rebú (2014), Geração Brasil (2015). No teatro brasileiro, em Febril (de F. Dostoievskij, direção Pedro Emanuel, Parque das ruínas, 2014 RJ); na Itália em Closer (dir de Stefania de Santis, 2012 Roma).